Caloteiro que não pagava restaurantes de luxo há cinco anos aparece morto

Tito Clarysse comeu e saiu sem pagar de mais de cem restaurantes

O belga Tito Clarysse se tornou nos últimos cinco anos famoso na cidade de Ghent, na Bélgica, por ter enganado mais de cem restaurantes com o truque mais antigo do mundo. Ele entrava no local, pedia comidas caras e depois saia de fininho sem pagar. Porém, a série de golpes chegou ao fim quando no início da semana o homem foi encontrado morto aos 35 anos.


Caloteiro que não pagava restaurantes de luxo há cinco anos aparece morto na Bélgica

De acordo com o porta-voz da polícia belga, Annemie Sirlippens , Clarysse foi encontrado morto em seu apartamento. A imprensa local afirmou que ele foi esfaqueado mais a polícia não confirmou o fato.

Clarysse ficou conhecido pelos golpes que deu nos restaurantes da cidade em que morava nos últimos cinco anos. As autoridades afirmam que no período ele foi responsável por aproximadamente cem calotes.

Apesar da fama, o belga era conhecido por sempre agir com simpatia e esperteza, e por isso, enganou tantos estabelecimentos.

Conforme descrito por alguns donos de restaurantes e garçons, Clarysse era educado e sempre pedia os pratos mais caros do menu. Ao final da refeição, ele costumava pedir um conhaque ou algo similar, normalmente neste momento, o golpista aproveitava para fugir sem pagar.

Mesmo se tornando famoso pelos golpes, Clarysse conseguia se misturar aos turistas que frequentavam os melhores restaurantes da cidade e continuava cometendo golpes.

A polícia está investigando o caso, mas de acordo com as declarações de Tim Joiris, chefe da federação de restaurantes e hotéis da região de Ghent, ninguém gostava dele, entretanto, assassiná-lo estava fora de questão.

? Odiá-lo? Talvez. Mas matá-lo? Isso não faz sentido!

Fonte: r7