Candidata morta em acidente vai disputar segundo turno

Candidata morta em acidente vai disputar segundo turno

Se ela vencer a nova eleição, o cargo será assumido pelo vice da chapa.

Uma candidata morta em um acidente de trânsito em agosto ficou em segundo lugar na eleição para o governo da região peruana de Huánuco, segundo as autoridades eleitorais do Peru.

Máxima Garay, do movimento Hechos y no Palabras (Obras e não palavras) teve 25,6% dos votos, perdendo de Luis Picón, do partido Somos Peru, que teve 29,2%, nas eleições de 3 de outubro.

Máxima morreu enquanto fazia campanha. Mas, como o prazo para substituir candidaturas já havia expirado, foi legalmente impossível designar um substituto.

Agora, as autoridades confirmaram que, caso Máxima vença no segundo turno, que deve ocorrer no final de novembro, o cargo será assumido pelo candidato a vice na chapa.

Fonte: g1, www.g1.com.br