Cantor causa polêmica no Twitter ao postar frase: “não é estupro se a vítima estiver inconsciente”

O cantor pegou uma pena de três anos de liberdade condicional formal,

Cee Lo Green, cantor e também ex-juiz do The Voice, nos Estados Unidos, não contestou no último final de semana as acusações que lhe foram feitas de ter abusado de uma mulher inconsciente há 2 anos.

Os promotores rejeitaram a acusação de estupro do cantor, cujo nome verdadeiro é Thomas DeCarlo Callaway, quando ele foi acusado pelo crime, em outubro do ano seguinte. Ele alegou que ela não tinha nenhuma memória do que aconteceu entre o restaurante e o fato de ter acordado nua em sua cama.

Cantor Cee Lo Green deixou Twitter após comentário de que “não é estupro se a vítima estiver inconsciente,” referindo-se ao caso de suposto abuso cometido por ele.

Porém, o cantor pegou uma pena de três anos de liberdade condicional formal, e 45 dias de serviço comunitário.

Cee Lo Green usou o Twitter para comentar sobre a decisão e responder aos comentários que estavam ocorrendo sobre o caso. Ele chegou a dizer: “Não é estupro se a vítima estiver inconsciente.”

Mais tarde ele pareceu se arrepender, e emitiu um pedido de desculpas na mesma rede sociais: “Eu sinceramente peço desculpas por meus comentários feitos até agora.”

Em seguida ele excluiu sua conta no Twitter.

 

Clique aqui e curta a página do meionorte.com no facebook



Fonte: Metro