Cão deixado em carro no dia mais quente do ano resgatado pela polícia

Oficiais foram forçados a quebrar windon carro para salvar o animal ter deixado pelo proprietário sem noção

Os agentes da polícia tiveram que quebrar as janelas de um carro para resgatar um cão deixado no interior no dia mais quente do ano.

O pobre cão estava encolhida em pés do lado do motorista quando os policiais foram chamados para a cena em Finsbury Park, Londres.

As temperaturas subiram para 32C na sexta-feira - o dia mais quente do ano - mas o proprietário estava longe de ser visto e não tinha rachado a janela aberta ou deixou algo para beber para o cão.

Sargento Richard Berns, twittou a foto e escreveu: ". Este cão foi deixado no carro no dia mais quente do ano sem água ou ventilação Tem tanto agora."

Oficiais contactado a RSPCA que supostamente realizou uma visita em casa depois do incidente em Islington, norte de Londres.

  Os proprietários de animais foram avisados ​​para não deixar animais de estimação em carros em dias quentes e as temperaturas podem subir para o dobro do nível exterior.

Os animais podem sofrer danos cerebrais ou até mesmo morrer de insolação em apenas 15 minutos se eles estão presos dentro de um carro quente.



Fonte: Mirror