Carne de cavalo é encontrada em escolas e hospitais do Reino Unido

Ao receber a notícia, a ministra da Agricultura do país, Michelle O"Neill, convocou uma reunião de emergência.

Testes encontraram carne de cavalo em refeições escolares, comida de hospital e pratos de restaurantes no Reino Unido, acentuando o escândalo sobre produtos adulterados para além de produtos de supermercados.

Os resultados chegaram nesta sexta-feira, depois que autoridades de segurança sanitária obrigaram supermercados e fornecedores a testar refeições identificadas como contendo carne bovina para buscar traços de carne de cavalo.

Autoridades informaram que a carne estava presente em tortas entregues a 47 escolas no condado de Lancashire, no norte da Inglaterra.

Vários hospitais da Irlanda do Norte também receberam hambúrgueres bovinos que continham carne de cavalo, informou hoje o diretor da Organização de Serviços Comerciais (BSO, na sigla em inglês) do país, David Bingham.

O responsável pela instituição, que distribui a carne aos hospitais da Irlanda do Norte, confirmou hoje que os hambúrgueres provinham de uma empresa radicada na vizinha do sul.

"Atuamos imediatamente, assim que soubemos que poderia haver um problema de confiança retiramos o produto", assegurou Bingham.

Ao receber a notícia, a ministra da Agricultura do país, Michelle O"Neill, convocou uma reunião de emergência à qual deve comparecer o titular da pasta de Justiça e Interior, David Ford.

Fontes oficiais dão conta de que o encontro servirá para que a Agência de Padrões Alimentícios do Reino Unido (FSA, na sigla em inglês) informe sobre o estado das últimas investigações das autoridades sobre a questão.

Além disso, a Whitbread PLC, uma das maiores empresas de hotelaria e restaurantes do Reino Unido, informou que carne de cavalo foi encontrada em lasanhas e hambúrgueres servidos nos hotéis Premier Inn hotels e na rede de restaurantes Brewers Fayre.

Fonte: Folha