Casa Branca reafirma confiança no FMI após prisão do gerente

Dominique Strauss-Kahn é acusado de abuso sexual nos EUA

A Casa Branca afirmou nesta terça-feira (17) que está confiante em que o Fundo Monetário Internacional é capaz de funcionar e cumprir seu papel global, em meio às acusações de abuso sexual movidas contra seu diretor-gerente, Dominique Strauss-Kahn, preso em Nova York.

O porta-voz Jay Carney recusou-se a comentar sobre a possível sucessão de Struass-Kahn ou sobre se o sucessor deveria ser um europeu, como manda a tradição do fundo.



Fonte: G1