Casal bate em filha que tinha namorado negro e acaba sendo preso

Casal bate em filha que tinha namorado negro e acaba sendo preso

Adolescente de 17 anos e namorado foram agredidos e alvo de racismo.

Um casal foi condenado a passar até um ano prisão no Reino Unido após agredir sua filha de 17 anos porque ela tinha um namorado negro. A justificativa de David e Frances Champion foi que a filha havia ?envergonhado? a família com o namoro. O namorado, Aflonce Ncube, também foi agredido pelo casal, segundo o jornal britânico "Daily Mail".

A adolescente, Jane Champion, ficou com marcas no corpo após levar diversos socos no rosto, ter sua garganta apertada e seus cabelos puxados. Já o namorado levou chutes nas pernas enquanto ouvia comentários racistas.

O pai da adolescente ficará preso por 12 meses; a mãe, por nove.

O primeiro ataque aconteceu depois que os pais encontraram a filha e o namorado sem roupa quando voltaram para casa em Swansea. O pai da jovem gritou insultos racistas antes de bater em Ncube e chutá-lo para fora da casa.

Depois, ele agarrou a filha pelos cabelos e disse que ela havia envergonhado a família.

A menina foi para a casa de sua avó, mas voltou a viver com seus pais quando a situação se acalmou.

Apenas um mês depois, os pais de Jane a confrontaram em um pub, questionando se ela continuava saindo com Ncube. Quando ela disse que sim, seu pai lhe deu um soco no rosto. Enquanto isso, sua mãe dizia: ?Você merece isso, é tudo sua culpa?. A mãe também agrediu a adolescente.

O casal ainda foi procurar o namorado da filha no restaurante onde ele trabalhava como garçom. Eles gritaram com o jovem até serem retirados do local, mas o pai da adolescente continuou batendo na janela do restaurante.

O advogado do pai da menina, John Hipkin, admitiu que seu cliente estava errado. A defensora da mãe, Georgina Buckley, disse que sua cliente estava arrependida e que ela havia consumido álcool antes de confrontar a filha.

Fonte: G1