Casal tem bebê para que se torne doadora e salve vida de irmão com leucemia

Wang Cansen, um menino chinês, foi diagnosticado com leucemia com a idade de quatro anos, e ele inicialmente respondeu bem ao tratamento.

Uma menina nasceu com a missão de salvar seu irmão mais velho, de seis anos de idade. Ele sofre de uma leucemia terminal e os médicos descobriram que ela é uma doadora perfeita.

Wang Cansen, um menino chinês, foi diagnosticado com leucemia com a idade de quatro anos, e ele inicialmente respondeu bem ao tratamento.

Mas quando o câncer retornou, os médicos informaram a seus pais que sem um transplante ele morreria.

Os pais de Wang já haviam tentado vários parentes em busca de um doador adequado, depois que os testes revelaram que eles não eram compatíveis com o filho.

Wang Fanyin nasceu para que pudesse salvar a vida do irmãozinho Wang Cansen, de seis ano, que passava por tratamento contra a Leucemia.

Depois de saber que os filhos poderiam ser doadores entre si, os pais decidiram ter um segundo bebê.

A China possui uma dura política com relação a ter filhos. Como o país é extremante populoso, só é permitido ter um filho por casal, mas os pais obtiveram uma permissão especial para terem o segundo filho devido ao caso que se encontravam.

Eles ficaram encantados quando os médicos disseram-lhes que sua nova filhinha, Wang Fanyin, nascida em 13 de janeiro, é uma doadora apropriada.

Apesar de sua idade, Cansen está ciente de que sua doença apresenta risco de morte, e que sua irmã bebê nasceu para salvá-lo.

Quando sua mãe ainda estava grávida de sua irmã, o menino tocou na barriga dela disse que iria proteger a irmã para sempre.

“Estou feliz que agora porque vou viver mais tempo e vou dedicar toda a minha vida para minha irmã, que me salvou”, disse Wang depois de saber que a irmã poderia ajudá-lo.

O garoto já tem seus sonhos: crescer para se tornar um soldado e voltar para casa para passar algum tempo com sua mãe e com a irmã.

Os médicos retiram células tronco da placenta e do cordão umbilical, em um procedimento que não causa dor para a mãe nem para a criança.

A operação está prevista para ocorrer no final deste mês.





Fonte: Gadoo