Chineses se revoltam por vendedor de melancias espancado até a morte; veja

Imagens de vídeo divulgadas na internet mostram Deng Zhengjia, que vendia melancias em uma barraca em uma cidade de Hunan (centro), caído no chão.

As forças municipais mataram por espancamento um vendedor de melancias de uma cidade da China central, indicaram nesta quinta-feira os meios de comunicação chineses, um caso que provocou a indignação dos internautas.


Chineses se revoltam após ambulante ser espancado até a morte

Imagens de vídeo divulgadas na internet mostram Deng Zhengjia, que vendia melancias em uma barraca em uma cidade de Hunan (centro), caído no chão. Segundo vários meios de comunicação, Deng foi espancado violentamente pelos "chengguan", membros das brigadas de manutenção da ordem nas cidades chinesas.

Estes indivíduos deram chutes e socos em Deng e depois lançaram sua cabeça contra uma balança utilizada para pesar a fruta, declarou sua esposa Huang Sujun ao jornal Jinghua Shibao (Beijing Times).

Recentemente, Deng havia transferido sua barraca em conformidade com as instruções municipais, explicou Huang. As autoridades locais indicaram que ordenaram uma investigação sobre as circunstâncias de sua morte.

Os "chengguan", encarregados oficialmente de aplicar os regulamentos administrativos, são acusados frequentemente na China de abuso de poder e de maus-tratos aos vendedores ambulantes.

O assunto provocou a indignação de muitos internautas. "É algo muito mais cruel do que posso suportar (...) Até quando estas situações existirão?", se perguntou o usuário de uma rede social.

Fonte: Terra