Chineses temem voltar para casa após terremoto matar 80 pessoas

Entre as vítimas do terremoto estão pelo menos três crianças.

Em meio ao mau tempo, a China intensificou, neste sábado (8), os trabalhos de resgate após um terremoto de magnitude 5,7, seguido de pelo menos 16 réplicas, sacudir o país na sexta-feira (7), deixando um saldo de pelo menos 80 mortos e 820 feridos.


Chineses temem voltar para casa após terremoto matar 80 pessoas

Entre as vítimas do terremoto estão pelo menos três crianças, que assistiam aula em Yiliang, na província de Yunnan, quando a escola desabou.

Segundo Zhou Guangfu, subdiretor do Departamento de Educação do condado de Yiliang, - o mais afetado pelo terremoto -, os estudantes eram de um colégio primário da aldeia de Jiaokui. Ainda segundo a agência de notícias "Xinhua", outros oito estudantes ficaram presos entre os escombros e os professores e aldeães só conseguiram resgatar cinco deles, acrescentou Zhou.

Fonte: UOL