Cidade na Itália proíbe pessoas de morrerem por falta de cemitério

Cidade na Itália proíbe pessoas de morrerem por falta de cemitério

Decreto diz que está proibido "ultrapassar as fronteiras da vida na Terra".

Por meio de uma lei municipal, o prefeito de uma cidadezinha na Itália deu vida eterna a toda a população, de cerca de 4 mil pessoas. Desde o início do mês está proibido morrer em Falciano del Malssico, no sul do país.

Por decreto, ninguém está autorizado a ir para o além, pois não há cemitério na cidade e o do município vizinho, onde eram enterrados os mortos de Falciano, está lotado.

Até a instalação de um novo cemitério, ?fica proibido ultrapassar as fronteiras da vida na Terra?, diz o decreto.

No entanto, duas pessoas morreram, desobedecendo o decreto. Mas elas não devem ser punidas, pois o prefeito nada disse sobre perseguição de almas.

Fonte: G1