Cinco indianos ateiam fogo ao próprio corpo em protesto contra o governo

Um dos cinco não sobreviveu aos ferimentos.

Cinco membros de uma mesma família atearam fogo em seus próprios corpos na Índia para protestar contra um programa governamental de destruição de construções ilegais, indicou a polícia nesta quarta-feira. As cinco pessoas, entre elas três mulheres, se apresentaram ao meio-dia às autoridades da prefeitura do estado ocidental de Gujarat com latas cheias de gasolina.

O grupo tinha a intenção "de pedir às autoridades que impedissem a demolição de construções ilegais", explicou Ram Sinh, um policial de Rajkot, onde a tragédia ocorreu. "Quando este pedido foi negado, derramaram gasolina e atearam fogo". Um dos cinco não sobreviveu aos ferimentos. Funcionários municipais de Rajkot, localizado a 200 km da capital do estado, Ahmedabad, haviam ordenado a destruição da casa da família, que mergulhou em desespero, acrescentou o oficial.

Os quatro sobreviventes ficaram gravemente queimados, mas o estado de saúde do grupo é considerado estável, informou. As cidades indianas estão cheias de milhares de construções ilegais e as autoridades regularmente autorizam campanhas de destruição desses imóveis.







Fonte: Terra