Cineasta americano é condenado por crime sexual contra ex-aluna

Cineasta americano é condenado por crime sexual contra ex-aluna

"Sou inocente e vou recorrer da sentença", declarou após decisão.

O tribunal de Paris condenou nesta quinta-feira (27) o diretor norte-americano Bob Swaim a 15 meses de prisão com direito a suspensão condicional da pena pela agressão sexual de uma de suas estudantes há seis anos.

"Eu sou inocente e vou recorrer da sentença", declarou Swaim após a divulgação da decisão. Ele também deverá pagar uma multa de 8 mil euros. O tribunal seguiu a solicitação da promotoria, que pediu uma pena privativa de liberdade de 15 a 18 meses com direito a suspensão condicional.

Swaim, que dirigiu o filme "La Balance" (1982), foi acusado de agressão sexual em fevereiro de 2007 por uma ex-aluna da Universidade Americana de Paris. O caso teria ocorrido ao término de uma sessão de fotos.

"Eu não desconfiei", explicou a jovem americana aos advogados. "Eu o via quase como um pai ou uma figura paterna, não fazia a menor ideia de que ele poderia se interessar por alguém como eu", disse a vítima.

Ao saber dessas declarações, Bob Swaim, de 69 anos, afirmou que a jovem contou para ele que seu relacionamento não andava bem. "Faz cinco anos que eu reflito sobre o que ocorreu, que busco explicações", declarou Swaim.

Para ele, o que aconteceu entre os dois teve "cumplicidade". "Nós estávamos brincando um com o outro, havia um clima. Ela abriu a braguilha da minha calça e fez sexo oral em mim, fim da história", declarou.

Fonte: G1