Cinegrafista vira alvo de repúdio nas web após chutar refugiados

O incidente aconteceu próximo das fronteiras da vila de Röszke

A cinegrafista húngara Petra László, que foi flagrada chutando refugiados na Hungria, está sendo alvo de comentários negativos nas redes sociais. Após a viralização das imagens, publicadas nesta quinta-feira pelo jornalista Stephan Richter, a mulher, que era funcionária da emissora N1TV, foi demitida. O incidente aconteceu próximo das fronteiras da vila de Röszke, local onde migrantes e refugiados estavam acampados há dias.

A rede N1TV informou que o comportamento da funcionária foi inaceitável e que ela foi desligada de qualquer relacionamento com a emissora. A nota, publicada em húngaro e inglês, foi assinada pelo editor chefe Szabolcs Kisberk.

Nos comentários, usuários do mundo todo pedem que a rede tome uma atitude mais radical, considerando processar a cinegrafista para que ela possa responder de forma mais adequada a agressão. A rede está se recusando a identificar a mulher, que usa uma máscara nas imagens compartilhadas. Porém, outros jornalistas dizem que a cinegrafista vista no vídeo se chama Petra László, que já ganhou perfis de repúdio.


Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Jornal Extra