Colômbia: britânico é achado morto após participar de um rito ayahuasca

Policiais encontraram o corpo do jovem caído em uma via e

Turista britânico de 19 anos foi encontrado morto em uma estrada do sul da Colômbia após participar de um rito de ayahuasca (ou yagé), uma bebida alucinógena utilizada por povos indígenas, informaram fontes oficiais nesta segunda-feira.

? Bristol Post (@BristolPost) 26 abril 2014

O diretor da Polícia Nacional, general Rodolfo Palomino, afirmou em entrevista a rádios locais que a promotoria ainda espera conhecer o resultado das autópsias.

Henry Miller tinha viajado com um amigo à região de Putumayo, no sul da Colômbia e na fronteira com o Equador, e segundo a polícia o jovem estudante participou de uma sessão de yagé liderada por um "taita" (autoridade indígena) em 20 de abril.

De acordo com uma entrevista do companheiro de viagem de Miller, Christopher Dearden, ao Daily Mail, o rapaz fez uma primeira ingestão naquele dia, e após não notar efeitos da bebida, repetiu a experiência na terça-feira, quando sofreu alucinações e não conseguiu recuperar os sentidos.

Policiais encontraram o corpo do jovem caído em uma via e "sem sinais externos de violência", segundo Palomino, e depois os investidores descobriram que o jovem "esteve em um resguardo indígena realizando uma espécie de prática que incorporava o consumo da bebida de yagé".

"Identificamos as pessoas que organizaram esta prática de yagé", acrescentou o general, segundo quem, se for confirmada a morte de Miller por consumo desta substância, haveria a possibilidade de tratar o caso como sendo um "homicídio culposo".

Ayahuasca é uma bebida produzida a partir de duas plantas amazônicas para fins rituais e utilizada em diversos cultos e também na medicina tradicional dos povos da região e outros.

Fonte: Terra