Colômbia legaliza adoção de crianças por casais homossexuais

A Colômbia se junta ao México, ao Uruguai, à Argentina e ao Brasil

O tribunal constitucional da Colômbia retirou uma restrição a adoção de crianças por casais homossexuais, anulando uma decisão anterior que proibia parceiros do mesmo sexo de adotarem a menos que uma das pessoas do par fosse um dos pais biológicos da criança.

Image title

Em uma decisão por 6 votos a 2, a corte informou que a exclusão de casais homossexuais como possíveis pais adotivos "limita o direita da criança à família". A decisão vai modificar três artigos do Código da Infância e da Adolescência. A manobra, marca uma mudança nos direitos dos menores, e não dos casais que adotam.

A decisão - considerada uma das mais importantes para a comunidade gay na Colômbia - recebeu elogios de defensores dos direitos dos homossexuais no país andino amplamente conservador, enquanto oponentes prometeram recorrer da decisão.

Com a decisão, a Colômbia se junta ao México, ao Uruguai, à Argentina e ao Brasil como os países latino-americanos que aprovam a adoção de crianças por casais do mesmo sexo.

Fonte: Com informações do Brasil Post