Com Papai Noel verde e gafe, hotel aguarda atletas corintianos

Decoração do hotel em que a delegação corintiana ficará hospedada

O Hotel Hilton Nagoya já se prepara para recepcionar o time do Corinthians que irá disputar o Mundial de Clubes no Japão neste mês de dezembro. Lar da equipe durante a primeira metade da competição, a habitação localizada no interior japonês armou suas boas-vindas com trenzinho, arranjos natalinos e gafes, como uma decoração predominantemente verde e até um Papai Noel com a cor mais odiada pelos corintianos.


Com Papai Noel verde e gafe, hotel aguarda corintianos no Japão

O Papai Noel verde tinha lugar de destaque entre dezenas de outros personagens natalinos instalados na entrada do Hilton de Nagoya. A cor oficial do arquirrival Palmeiras não deve ser bem-recebida pelos torcedores do clube do Parque São Jorge, que ainda irão ver inúmeros outros detalhes esverdeados no interior do hotel. É conhecido o ódio dos fãs corintianos pelo tom que é proibido nas arquibancadas da torcida alvinegra em partidas da equipe.

Outra curiosidade é que, em meio às dezenas de Papais Noéis representando diversos países do mundo na entrada do Hilton de Nagoya, nenhum deles faz referência ao Brasil. É possível ver o personagem na nacionalidade dos demais times participantes do Mundial de Clubes 2012, como mexicano (Monterrey), egípcio (Al Ahly), britânico (Chelsea), coreano (Ulsan Hyunday) e japonês (Sanfrecce Hiroshima).

Além do Papai Noel brasileiro, outro ausente foi o neozelandês (Auckland City). Havia, inclusive, um "Bom Velhinho" inteiramente azul, que é a cor do Chelsea, favorito para fazer a decisão do Mundial de Clubes 2012 contra o Corinthians. Não existia nenhum personagem nas cores alvinegras, além de nenhuma decoração dedicada especialmente ao clube brasileiro, ao menos até a visita do Terra neste domingo. Entre os funcionários do hotel, nenhum afirmou conhecer a equipe brasileira.

Em contato com a reportagem, um dos gerentes do Hilton Nagoya disse que o local estará lotado entre os dias 6 e 13 de dezembro, justamente a época em que o Corinthians reservou para utilizar as instalações do hotel. Todos os 448 quartos foram reservadores durante o período, sendo que uma parte considerável deles está destinada a receber os jogadores e a delegação paulista. Muitos torcedores também estarão dormindo em um dos 28 andares do empreendimento.

A chegada de cerca de 25 mil adeptos paulistas a Nagoya também é vista como um alerta para a polícia local. O Hilton, entretanto, fica ao lado de uma delegacia, o que dá maior tranquilidade aos seus hóspedes. A preocupação com o comportamento dos torcedores alvinegros no Japão é tamanha que o Consulado do país nipônico no Brasil havia até divulgada uma cartilha de bons modos aos corintianos que fossem ao Oriente.

Localizado no distrito de Fushimi, o Hilton fica em cima do shopping de Nagoya. No local, os jogadores poderão desfrutar de piscina, partidas de tênis, academia e sauna. A equipe paulista desembarca no Japão apenas no dia 6 de dezembro, já que passará um dia em Dubai para iniciar adaptação ao fuso horário nipônico. O voo de partida da delegação corintiana do Brasil está marcado para esta segunda-feira à noite. O Corinthians estreia no dia 12, contra os possíveis rivais: Sanfrecce Hiroshima, Al Ahly ou Auckland City.

Fonte: Terra, www.terra.com.br