Com seios de fora, várias prostitutas fazem protesto em rua da Argentina

Com seios de fora, várias prostitutas fazem protesto em rua da Argentina

Associação diz que prostitutas são maltratadas, roubadas e pagam propina.

Um grupo de prostitutas da Argentina tirou parte de suas roupas para realizar um protesto inusitado nesta terça-feira (26) na frente do Parlamento para reivindicar a aprovação de uma lei que regule o trabalho sexual autônomo.

Com os seios à mostra e debaixo de chuva, as mulheres exigiram "que se comece a debater o projeto para regularizar o trabalho sexual autônomo de mulheres maiores de 18 anos que, por decisão própria, exercem esta atividade", explicou à Agência Efe a dirigente da Associação de Mulheres Meretrizes da Argentina, Georgina Orellano.

Georgina comentou que a manifestação com os seios à mostra serviu para "mostrar à sociedade a violência" que as trabalhadoras sexuais sofrem "por não ter um marco legal".

"Roubo, discriminação, maus-tratos, perdas de fontes trabalhistas, abusos e propinas policiais", manifesta a associação no comunicado que anunciava o protesto.

No mesmo texto, as prostitutas também destacaram: "tudo isto leva à precarização de nossas vidas e nos condena mais à clandestinidade e criminalização".

Fonte: G1