Com "supermemória", inglês lembra tudo que fez nos últimos 10 anos

Com "supermemória", inglês lembra tudo que fez nos últimos 10 anos

Aurelien Hayman, de 20 anos, sofre de doença chamada "hipertimésia". Problema é uma amésia ao contrário, que atinge 20 pessoas no mundo

Um jovem inglês tem uma supermemória que o impede de esquecer qualquer coisa que tenha ocorrido na última década.

O estudante de literatura inglesa Aurelien Hayman, de 20 anos, é capaz de lembrar com detalhes tudo o que fez, comeu ou usou em dez anos. Além disso, ele sabe com precisão o que foi notícia e até como estava o tempo em cada um desses dias.

A história do "Garoto que não consegue esquecer" é tema de um documentário que será exibido na Grã-Bretanha. As informações são do site do jornal "Daily Mail".

O rapaz, que vivem na cidade de Durham, sofre de uma síndrome rara chamada hipertimésia, uma espécie de amnésia ao contrário que faz com que ele recorde do passado com exatidão. O problema atinge cerca de 20 pessoas em todo o mundo, e Hayman, ao que tudo indica, é o único britânico.

A situação começou quando o inglês tinha 11 anos, razão pela qual a infância dele é feita de "vagas lembranças". Mas o garoto só se deu conta de sua condição aos 14 anos, quando descobriu que era muito bom em recordar coisas antigas.

Ao contrário da maioria das pessoas, cuja memória não traz à tona mais do que 11 eventos importantes por ano, o jovem dá informações sobre conversas que teve, programas de TV que assistiu e até músicas que ouviu.

Isso ocorre porque, além de usar o lobo frontal direito do cérebro para guardar memórias de longo prazo, Hayman utiliza, inconscientemente, o lobo frontal esquerdo ? que normalmente atua sobre a linguagem ? e o lobo occipital, na parte de trás da cabeça ? associado ao armazenamento de imagens.

A supermemória, porém, é mais autobiográfica, e não tem ajudado o jovem a se sair melhor em provas ou trabalhos da faculdade.

Fonte: Bem Estar