Como agiram os terroristas no atentado em Londres neste Sábado

Autores do ataque usaram uma van para atropelar pedestres a 80 Km/h

Sete vítimas mortas, 48 feridos e 3 terroristas abatidos pela polícia britânica. Este é o saldo, até a manhã deste domingo (4), dos ataques ao centro de Londres na noite de sábado (4). Os autores do atentado começaram a ação com um atropelamento em massa na London Bridge, um dos principais cartões-postais da capital britânica, e seguiram atacando pedestres com facas no Borough Market, mercado próximo à ponte.


Segundo comunicado oficial da Scotland Yard, a polícia metropolitana de Londres, a primeira ocorrência envolvendo os terroristas foi registrada por volta das 21h (horário local, 18h em Brasília), na London Bridge.


No local, os autores do ataque atropelaram com uma van os pedestres que passavam pela ponte londrina, e seguiram em direção ao Borought Market (veja mapa abaixo). Relatos de testemunhas apontam que o veículo usado pelos terroristas deixou a área reservada aos veículos na ponte e avançou contra os pedestres na calçada a mais de 80 Km/h.

Uma testemunha disse à BBC que acreditou inicialmente que os ocupantes da van desceram do veículo para ajudar as pessoas atropeladas. Entretanto, os homens sacaram facas e passaram a atacar pessoas que estavam em bares e restaurantes nas proximidades do mercado. A mesma testemunha afirmou que um dos terroristas gritou "isto é por Alá" enquanto atacava.

A polícia ainda não detalhou quantas pessoas ficaram feridas no atropelamento em massa e quantas receberam ferimentos nos ataques à faca que ocorreram pouco depois. Também não foram divulgados detalhes sobre como ocorreram as mortes. Nenhum grupo terrorista reivindicou o ataque por enquanto.

A Polícia Metropolitana de Londres (Met) declarou além disso que os suspeitos estavam "com o que pareciam ser coletes com explosivos, que depois acabaram se revelando falsos".

Terroristas mortos

A resposta dos agentes da polícia aos ataques foi rápida: as forças de segurança chegaram no Borough Market oito minutos depois e logo passaram a enfrentar os suspeitos. Tiros foram disparados e os três terroristas foram mortos.

Segundo o comissário Mark Rowley, a polícia acredita por enquanto que apenas esses três tomaram parte no ataque, mas ainda está investigando a possibilidade da participação de mais pessoas.

3º incidente isolado

Inicialmente, a polícia citou um terceiro incidente em Vauxhall, um distrito no sudoeste de Londres, onde uma pessoa também foi esfaqueada. Mais tarde, as autoridades disseram que o episódio era um crime comum sem relação com o ataque na ponte e no mercado.





Fonte: G1