Condenado de 218 kg afirma ser muito gordo para a pena de morte

Post foi condenado por matar a tiros Helen Vantz, funcionária de um hotel em Elyria, no norte de Ohio.

Um americano de 53 anos, condenado à pena de morte, quer recorrer da sentença por alegar estar muito gordo para ser executado. Ronald Post pesa 218 kg e acredita que o sobrepeso tornará a sua morte "lenta e torturante". As informações são do site Ktla.com.

Post foi condenado por matar a tiros Helen Vantz, funcionária de um hotel em Elyria, no norte de Ohio, em 1983. De acordo com a pena, ele deve ser executado no próximo dia 16 de janeiro.

Em documentos judiciais, Post pediu o adiamento da data por acreditar que sua obesidade, problemas arteriais e cicatrizes dificultarão a sua morte. Os advogados de defesa alegaram ainda que a cama utilizada no procedimento não suportaria seu peso, além da dificuldade já comprovada para encontrar as suas veias pelo excesso de gordura nos braços. Há quatro anos, uma enfermeira precisou de três tentativas para aplicar-lhe uma injeção.

O Estado de Ohio realiza todas as execuções com uma injeção de pentobarbital. Post diz que já tentou perder peso, mas problemas nos joelhos e nas costas impossibilitam a prática de exercícios.

Fonte: Terra