Confiança em Obama atinge menor nível

Confiança em Obama atinge menor nível

Pesquisa mostra que americanos desaprovam condução da economia pelo presidente

A confiança dos eleitores americanos no presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, atingiu o menor nível desde o início do mandato do democrata, em janeiro de 2009, informou nesta terça-feira (13) o jornal The Washington Post.

Uma pesquisa encomendada pelo diário em parceria com a rede de TV ABC mostrou que quase seis em cada dez eleitores não confiam que o presidente seja capaz de tomar as decisões certas para os Estados Unidos.

A quatro meses das eleições de meio de mandato para renovação de parte das cadeiras do Congresso e dos governos estaduais, a maioria dos americanos também desaprova a maneira como o presidente Obama vem lidando com a economia.

O índice de confiança dos americanos nos membros do Congresso é ainda mais baixo do que em Obama. A pesquisa publicada pelo Post mostra que cerca de sete em cada dez eleitores não confiam nos legisladores do Partido Democrata, número similar ao obtido pelos republicanos.

A pesquisa revela em números uma tendência que preocupa os políticos dos EUA. Apenas 26% dos eleitores americanos disseram que vão tenta reeleger seu representante no Congresso, enquanto 62% afirmam que votarão em outro político.

De maneira geral, uma apertada maioria dos eleitores diz que prefere que o Congresso seja controlado pelo Partido Republicano a partir do meio do mandato de Obama. Os americanos consultados dizem que, dessa maneira, a Casa funcionaria como "fiscal" das ações do governo democrata de Obama.

Os analistas do Post dizem que os problemas econômicos são os principais responsáveis pela queda de confiança dos eleitores no governo Obama. O jornal diz que a queda do mercado de ações, a bancarrota do setor imobiliário e o lento crescimento do emprego mancharam a imagem do presidente diante dos americanos.

Fonte: R7, www.r7.com