Mulher confessa ser homicida dentro de Big Brother na Argentina

Mulher confessa ser homicida dentro de Big Brother na Argentina

Como ainda está confinada na casa, o pai dela teve que ir ao programa para esclarecer o caso

A uruguaia Florencia González, 26, participante do "Big Brother" na Argentina, causou polêmica após confessar que atropelou e matou um motoqueiro em 2008, segundo o jornal "La Nación".

Como ainda está confinada na casa, o pai dela teve que ir ao programa para esclarecer o caso.

"Ela não abandonou ninguém [no meio da rua]", afirmou. "Pablo [Maldonado, o motoqueiro] morreu nos braços dela."

A família do morto, no entanto, refuta essa versão. "Está comprovado que houve omissão de socorro", afirmou uma das irmãs de Pablo ao jornal uruguaio "El País".

"É uma falta de respeito com a nossa família", disse outra irmã. "Imagine ligar a televisão e ver a mulher que atropelou o seu irmão feliz da vida, como se nada tivesse acontecido. Dá muita impotência."

Pablo tinha 18 anos quando ocorreu o acidente, que segundo a polícia foi motivado porque Florencia não parou no sinal vermelho. A namorada de Pablo, que estava na garupa, ficou gravemente ferida e continua com dificuldade motora.

O caso foi arquivado pela Justiça uruguaia por falta de provas.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br