Confronto entre México e traficantes dura 12h

Criminosos escaparam e estão escondidos em abrigo; autoridades tentam negociação

Membros do Exército mexicano e um grupo de criminosos estão em um confronto armado há mais de 12 horas na zona norte de Veracruz, confirmou nesta segunda-feira (30) o governador desse Estado mexicano, Fidel Herrera.

De acordo com a imprensa local, o conflito foi iniciado por volta das 0h de Brasília (22h locais) deste domingo (29), no município de Pánuco, entre o Estado de Veracruz e Tamaulipas, onde na última semana 72 imigrantes ilegais foram mortos.

O tiroteio entre militares e integrantes de organizações criminosas se estendeu pela cidade e atingiu vários transformadores de energia elétrica, o que fez com que parte da localidade ficasse sem luz.

O grupo de criminosos fugiu e teria encontrado um abrigo, onde está desde então. Segundo o procurador do Estado, Salvador Mikel Rivera, as autoridades tentam negociar a rendição do grupo, que se nega a deixar o local e continuam a disparar contra os soldados.

A polícia e o Exército ainda não sabem ao certo o número de mortos ou feridos em decorrência desse confronto.

Herrera informou, citado pelo jornal Milenio, que as autoridades de Veracruz trabalham junto às forças federais e aos efetivos de Tamaulipas para encerrar o combate. Nas próximas horas, espera-se ainda um comunicado conjunto sobre o caso.

Fonte: R7, www.r7.com