Conheça a história do garoto que “não come” há um ano

Já parou para imaginar se de uma hora para outra você perdesse o seu apetite "para sempre"?

Já parou para imaginar se de uma hora para outra você perdesse o seu apetite “para sempre”? Isso pode parecer um pouco distante da nossa realidade, mas aconteceu com um garoto chamado Landon Jones, de 12 ano de Iowa -EUA. Ele perdeu sua fome e sede no dia 14 de outubro de 2013 e nunca mais as encontrou.

De lá pra cá, Landon perdeu quase 16,3 kg, despencando de 47,1 kg para 30,8 kg – pode não parecer muito, mas, considerando que ele é uma criança de 12 anos, os números são bem preocupantes.

Os pais do menino, Michael e Debbie Jones, o levaram no e lá o médico receitou um antibiótico, porém não tiveram muitos resultados, o garoto continua sem a mínima vontade de comer ou beber. Raramente ele come mais do que uma mordida de sanduíche e batatas chips no almoço, e só.

Como resultado da “dieta” inesperada, o pai de Landon diz que seu filho sente tonturas praticamente 24 horas por dia, e que a doença tem atrapalhado o rendimento escolar do garoto: no ano passado ele perdeu 65 dias de aula e ele já não tem forças para correr há meses.

De acordo com o Daily Mail, os pais do garoto estão desesperadamente em busca de alguma solução para a possível doença de Landon, inclusive eles já percorreram diversas cidades nos EUA a procura de um médico que possa desvendar essa mistério, pois nem mesmo os especialistas da mundialmente renomada Mayo Clinic, no Minnesota, conseguiram descobrir qual era o problema com o garoto. A notícia animadora é que o Instituto Nacional de Saúde dos EUA prometeu agendar uma consulta para ele em um dos melhores lugares do mundo, onde se examinam apenas os casos mais raros de doenças do planeta.

Se fosse no meu tempo de criança, com certeza a minha avó falaria: “Dá um Biotônico pra essa criança que ela fica melhor na hora!”. Mas falando sério, deve ser desesperador para os pais do menino, vê-lo nesta situação, sem comer direito, e o pior: sem saber o que ele tem!

Será se já consideraram o fato do menino estar depressivo? Vai que seja isso. Não sei… Você ai, leitor, tem alguma teoria? Compartilhe conosco a sua opinião abaixo nos comentários.


Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

 

 

Fonte: mundopocket