Copiloto de avião que caiu nos Alpes Franceses foi tratado por tendências suicidas

Ralf Herrenbruck, disse que os investigadores não encontraram sinais de alguma enfermidade física ou indícios do motivo pelo qual o copiloto teria derrubado o avião deliberadamente.

O copiloto do voo 4U-9525 da Germanwings, que caiu nos Alpes franceses na semana passada, havia recebido tratamento psicológico por apresentar tendências suicidas, afirmou a procuradoria de Düsseldorf nesta segunda-feira (30/03).

"Há muitos anos, antes de obter sua licença para pilotar, o copiloto passou por um longo período de tratamento psicoterapêutico, com tendências suicidas perceptíveis", disse a procuradoria da cidade onde o copiloto Andreas Lubitz vivia. Segundo os procuradores, em visitas recentes a médicos, Lubitz recebeu atestados para dispensa de serviço, mas não demonstrou mais tendência de comportamento suicida ou agressivo.

O porta-voz da procuradoria, Ralf Herrenbruck, disse que os investigadores não encontraram sinais de alguma enfermidade física ou indícios do motivo pelo qual o copiloto teria derrubado o avião deliberadamente. Nada envolvendo as relações familiares ou de trabalho de Lubitz pode ser considerado um motivo para o desastre, disse a procuradoria. Durante buscas nas residências do copiloto e de seus pais, não foi encontrada nenhuma carta de despedida. Lubitz, de 27 anos, é apontado como o suspeito de provocar a queda do Airbus 320, que viajava de Barcelona a Düsseldorf na última terça-feira, com 144 passageiros e seis tripulantes a bordo.

Um minuto depois de alcançar a velocidade de cruzeiro, ou seja, a velocidade ideal para o percurso, o avião perdeu altitude continuamente durante cerca de oito minutos. As gravações de áudio do cockpit indicam que o copiloto do voo 4U-9525 voluntariamente colocou o avião em rota de queda num momento em que o piloto havia se ausentado da cabine de comando. Na última sexta-feira, a promotoria de Düsseldorf anunciou ter encontrado um atestado médico rasgado para dispensa de serviço, válido para o dia da queda da aeronave.


Fonte: Msn