Criança abandonada por causa de tumor ganha cirurgia de remoção

Criança abandonada por causa de tumor ganha cirurgia de remoção

De acordo com a avó do menino, não havia nenhuma indicação de que, durante a gravidez, houvesse algum problema.

Com um tumor gigantesco crescendo na parte posterior de seu corpo, a criança receberá uma cirurgia de remoção em setembro, o que mudará sua vida depois de sua mãe tê-lo abandonado.

Atualmente, o tumor pesa quase tanto quanto o menino, que ainda não possui um nome. Médicos na China estão cada vez mais próximos de removê-lo, graças a uma enxurrada de doações feitas para ajudar a criança.

O menino é filho de Lin Meng, de 23 anos, que conheceu o pai do menino, You Shen, de 25, depois que se mudou para a cidade de Shishi, na província de Fujian, sudeste da China.

De acordo com a avó do menino, não havia nenhuma indicação de que, durante a gravidez, houvesse algum problema. Entretanto, quando ele nasceu, foi identificado um tumor do tamanho de uma laranja na parte superior e inferior de seu corpo, que desde então tem crescido.

O casal mudou para cidade com os pais de You Shen, chamados You Yin e Yuan Daping, depois de decidirem ter um novo começo, já que não conseguiam um emprego em sua cidade natal, província de Guizhou, sudoeste da China. Tudo parecia perfeito até que Lin Shen ficou grávida.

You Yin disse que a mãe do menino "esperou até receber alta do hospital e, em seguida, saiu furtivamente no meio da noite e nunca mais voltou. Ela estava descontente com a deformidade do menino, mas ficamos chocados quando ela decidiu simplesmente abandoná-lo".

A situação da família foi retratada nos meios de comunicação locais e um hospital se prontificou em tratar a criança, enquanto as doações vinham aos montes por parte do público para ajudar a família a pagar o tratamento. Nesse momento, o tumor da criança havia crescido tanto que estava de um tamanho aproximado de um melão. "Gastamos todo o dinheiro que tínhamos no tratamento e fizemos empréstimos também?, afirma a avó.

Os especialistas do Hospital Infantil de Quanzhou, que aceitaram realizar a operação na criança, afirmaram que o tumor poderá ser removido com praticamente 100% de segurança de modo que o menino poderá fazer uma recuperação completa sem maiores danos.

Fonte: Daily Mail