Crueldade: Pai e madrasta abusaram, torturaram e mataram criança de 11 anos nos Estados Unidos

Crueldade: Pai e madrasta abusaram, torturaram e mataram criança de 11 anos nos Estados Unidos

O corpo foi encontrado com diversos hematomas dos pés a cabeça, de acordo com os relatos da polícia

Um casal no Mississippi, EUA, está sendo acusado de homicídio.

Eles mataram o filho, Tyler Raines, de apenas 11 anos de idade. A polícia afirmou ainda que ele foi encontrado com sinais de desnutrição, por estar extremamente magro, além do indicativo de abuso sexual.

O corpo foi encontrado com diversos hematomas dos pés a cabeça, de acordo com os relatos da polícia. Os parentes do menino disseram que seu pai, Tommy Raines, de 37 anos, e sua madrasta Amanda, de 33 anos, educavam o menino em casa e não permitiam que ninguém da família o visitasse. Eles informaram ainda que a mãe biológica não tinha permissão para vê-lo.

Os promotores afirmaram que o garoto foi duramente torturado até a morte: ?Eu posso falar pessoalmente. Estou chocado e horrorizado?, disse o promotor Steven Jubere aos canais de TV.


Crueldade: Pai e madrasta abusaram, torturaram e mataram crian軋 de apenas 11 anos

De acordo com o jornal DeSoto Time Tribune, a família havia se mudado várias vezes nos últimos tempos. Os vizinhos disseram que Tyler era raramente visto e estava sempre dentro de casa.

?Eu vi o menino no último sábado pela primeira vez desde que se mudaram para cá. Ele parecia tão magro que eu pensei que tinha no máximo 8 anos de idade. Fiquei surpreso ao descobri que ele tinha 11?, disse um dos vizinhos.

Tommy e Amanda Raines foram acusados de negligência infantil criminosa e abuso, além de homicídio. A fiança foi orçada em mais de R$ 500 mil. Se forem condenados, podem enfrentar a pena de morte.

Fonte: Jornal Ciência