Cruzeiro fica à deriva nas

A Azamara Club Cruises, companhia proprietária do navio acidentado

Um cruzeiro com 590 turistas - a maioria europeus e americanos - e 411 membros da tripulação está à deriva em águas das Filipinas, após um incêndio nos motores, neste sábado (31). O incidente deixou ao menos cinco feridos.

O fogo atingiu a sala de máquinas do navio Azamara Quest noite desta sexta-feira (30), quando a embarcação navegava pelo Mar de Jolo, entre Manila e a cidade de Sandakan, no Estado malaio de Sabah, informou a imprensa local.

As autoridades filipinas enviaram um pequeno avião e um navio para auxiliar o cruzeiro, com bandeira de Malta, no reparo de seus motores para que possa prosseguir até a Malásia, onde terá que interromper o roteiro.

A Azamara Club Cruises, companhia proprietária do navio acidentado, assinalou em comunicado que cinco membros da tripulação ficaram feridos no incêndio - um deles com gravidade -, mas que os passageiros não foram afetados.

- Um membro da tripulação está ferido seriamente e requer atendimento médico urgente em um hospital. Assim que o navio chegar a Sandakan, ele será transportado a um hospital local.

A empresa também informou que foi possível regular um dos motores, que está sendo utilizado para manter o ar-condicionado, a água corrente e o serviço de cozinha.


Cruzeiro fica à deriva nas

O Azamara Quest partiu em 26 de março de Hong Kong, na China, e tinha a previsão de chegar a Cingapura em 12 de abril, após parar em Manila, Sandakan e nos portos indonésios de Palapo, Benoa, Semarang e Komodo.

Fonte: r7.com