Dono de pizzaria é acusado de sabotar concorrentes com ratos

Dono de pizzaria é acusado de sabotar concorrentes com ratos

Nikolas Galiatsatos foi preso sob as acusações de promover a desordem, assédio e crueldade contra animais.

Um dono de pizzaria na Pensilvânia, nos Estados Unidos, tentou sabotar seus competidores colocando camundongos em seus restaurantes, segundo a polícia local.

Nikolas Galiatsatos foi preso sob acusações de promover desordem, assédio e crueldade contra animais. O caso foi classificado como "terrorismo alimentar com camundongos" pelos investigadores de Upper Darby, perto da Filadélfia.

"Acreditamos que ele estava tentando levar pizzarias rivais à falência", disse o superintendente da polícia local Michael Chitwood.



Sacolas com camundongos

Segundo relatos, Galiatsos teria pedido para usar o banheiro da Pizzaria Verona, que fica na mesma rua de seu estabelecimento. Após ele sair do local, o dono viu marcas de sapato sobre a privada e notou que painéis do teto estavam fora do lugar.

Nicolas Galiatsatos estaria enfrentando problemas com ratos em sua pizzaria

Em cima do teto, o dono achou uma sacola. Temendo que houvesse drogas nela, ele a entregou a policiais que almoçavam no local, mas em vez de substâncias ilícitas eles encontraram três camundongos brancos.

Pouco depois, os policiais viram Galiatsatos atravessar a rua e colocar uma outra bolsa na lixeira em frente à pizzaria Uncle Nick"s Pizza. Nesta outra sacola, a polícia encontrou seis camundongos, um deles, morto.

De acordo com a polícia, o acusado estava enfrentando problemas com ratos em sua própria pizzaria, a Nina"s Bella, e teria comprado os camundongos em uma loja de animais para infestar os restaurantes concorrentes.

Fonte: g1, www.g1.com.br