Egito volta a negociar com Israel e Hamas para detalhar trégua

Cessar-fogo vigora desde semana passada após mais de 170 mortes.

Os mediadores egípcios começaram a conversar separadamente nesta segunda-feira (26) com o Hamas e com Israel para formatar os detalhes de um cessar-fogo acordado na semana passada para pôr fim a oito dias de confrontos na Faixa de Gaza.

Uma autoridade egípcia disse à Reuters que nos encontros serão discutidas as demandas palestinas para a abertura de mais passagens israelenses para Gaza, medida que ajudaria a pôr fim a seis anos de bloqueio ao enclave governado pelos islâmicos do Hamas.

Um cessar-fogo promovido pelo Egito entrou em vigor na quarta-feira, encerrando as hostilidades entre os dois lados, que custaram a vida de pelo menos 167 palestinos e 6 israelenses.

O texto da trégua, porém, estipulava que questões como o acesso às fronteiras, liberdade de movimento para a população de Gaza e a movimentação de bens seriam tratadas dentro de "24 horas".

Um cessar-fogo promovido pelo Egito entrou em vigor na quarta-feira, encerrando as hostilidades entre os dois lados, que custaram a vida de pelo menos 167 palestinos e 6 israelenses.

O texto da trégua, porém, estipulava que questões como o acesso às fronteiras, liberdade de movimento para a população de Gaza e a movimentação de bens seriam tratadas dentro de "24 horas".

Fonte: G1