‘Eles não são ruins’, diz jovem agredida pelos pais por namorar negro

‘Eles não são ruins’, diz jovem agredida pelos pais por namorar negro

Jane Champion disse que não queria que casal estivesse preso. Mãe pegou 9 meses de prisão no Reino Unido; pai, 12 meses

A jovem que apanhou dos pais por ter um namorado negro disse em entrevista ao jornal britânico ?Daily Mail? que eles não são pessoas ruins e que não queria que os dois estivessem presos. David e Frances Champion foram condenados a até um ano de prisão pelas agressões cometidas contra a filha, Jane, e o namorado dela, Alfonce Ncube, no Reino Unido.

Com a prisão do casal, Jane foi morar com o namorado, e sua irmã mais nova, de 13 anos, passou a viver com a avó materna. A família, que antes aparentava não ter problemas, ficou dividida, o que causa culpa na adolescente.

?A última coisa que eu queria era vê-los presos. Não importa o que eles fizeram, eles ainda são minha mãe e meu pai, e sei que eles me amam e querem o melhor para mim?, disse a jovem. ?Mas ficou fora do nosso controle. Eles não são pessoas ruins. Acho que eles ficaram surpresos com o relacionamento e ambos reagiram a um estereótipo negativo.?

Já o namorado se esforça para mostrar que não queria dividir a família. ?Eu não quero que as pessoas pensem que destruí uma família. Isso era a última coisa que eu queria que acontecesse?, afirmou.

Agressões

A justificativa de David e Frances Champion para bater na filha foi que ela havia ?envergonhado? a família com o namoro. O namorado também foi agredido pelo casal.

A adolescente ficou com marcas no corpo após levar diversos socos no rosto, ter sua garganta apertada e seus cabelos puxados. Já o namorado levou chutes nas pernas enquanto ouvia comentários racistas.

O primeiro ataque aconteceu depois que os pais encontraram a filha e o namorado sem roupa quando voltaram para casa em Swansea. O pai da jovem gritou insultos racistas antes de bater em Ncube e chutá-lo para fora da casa.

Depois, ele agarrou a filha pelos cabelos e disse que ela havia envergonhado a família.

Apenas um mês depois, os pais de Jane a confrontaram em um pub, questionando se ela continuava saindo com Ncube. Quando ela disse que sim, seu pai lhe deu um soco no rosto. Enquanto isso, sua mãe dizia: ?Você merece isso, é tudo sua culpa?. A mãe também agrediu a adolescente.

O casal ainda foi procurar o namorado da filha no restaurante onde ele trabalhava como garçom. Eles gritaram com o jovem até serem retirados do local, mas o pai da adolescente continuou batendo na janela do restaurante.

O advogado do pai da menina, John Hipkin, admitiu que seu cliente estava errado. A defensora da mãe, Georgina Buckley, disse que sua cliente estava arrependida e que ela havia consumido álcool antes de confrontar a filha. David Champion ficará preso por 12 meses; Frances, por nove.

Fonte: G1