Em atos coordenados, feministas protestam de topless por muçulmana

Caso de jovem tunisiana que recebeu ameaças de morte motivou protestos

O grupo feminista de origem ucraniana Femen realizou nesta quinta-feira (4) protestos coordenados em diferentes países da Europa com um mesmo propósito. As ativistas, que costumam aparecer nos atos com os seios à mostra, denunciam o caso de Amina, uma jovem tunisiana que recebeu ameaças de morte pela internet após postar uma foto sua de topless.

O grupo convocou um dia internacional de "jihad do topless" por conta de Amina, aproveitando o caso como bandeira para exigir liberdade sexual para as mulheres dentro do Islamismo.


Em atos coordenados, feministas protestam de topless por muçulmana

Em atos coordenados, feministas protestam de topless por muçulmana

Em atos coordenados, feministas protestam de topless por muçulmana

Em atos coordenados, feministas protestam de topless por muçulmana

Em atos coordenados, feministas protestam de topless por muçulmana

Fonte: G1