Em Londres, menino de 12 anos se enforca após mãe proibir celular

Garoto discutiu com a mãe por dois dias por causa do telefone .

Um menino britânico de 12 anos foi encontrado enforcado em sua cama pelo próprio irmão em Gloucester, cidade inglesa situada 160 km a oeste de Londres.


Em Londres, menino de 12 anos se enforca após mãe proibir celular

Segundo inquérito policial divulgado nesta quarta-feira (12), a morte, que está sendo tratada como suicídio, ocorreu após o menino e a mãe terem passado dois dias discutindo por causa do celular.

O caso aconteceu em junho do ano passado. Em uma manhã, a mãe de Cain Westcarr, Veronica Lee, tomou o celular do garoto. Foi quando começou uma discussão que durou dois dias.

Nesse período, a mãe ?confiscou? o celular do garoto, impedindo o filho de ter acesso ao aparelho.

De acordo com informações do tabloide bitânico Daily Mail, após a última briga, Cain disse que iria ao seu quarto para escutar música. Cerca de 40 minutos depois, seu irmão o encontrou enforcado.

Segundo os investigadores, Cain não tinha a intenção de se matar, mas queria chamar a atenção de seus familiares como um pedido de ajuda.

O médico legista da cidade declarou no inquérito que, às vezes, ?as crianças não entendem as consequências de seus atos?.

Já Veronica declarou não acreditar que seu filho queria realmente se matar.

? Não acho que ele queria viver a vida que ele tinha, mas não acho que ele queria morrer. Acho que foi um grito de socorro.

O detetive Mark Steinhouse afirmou que os policiais souberam da briga por causa do celular. Os oficiais examinaram o aparelho do garoto, mas não encontraram nada de relevante.

O inquérito não deixou claro os motivos que levaram a mãe do garoto a confiscar o celular. Após deixar o tribunal hoje, Veronica não atendeu a imprensa.

Fonte: r7