Em nova tragédia, garoto sírio tem corpo resgatado após naufrágio

Estima-se que, só em 2016, 244 imigrantes morreram

Há aproximadamente cinco meses o mundo se chocava com a imagem do menino Aylan, de apenas 3 anos, morto, na orla de uma praia na Turquia. O garoto foi vítima de um naufrágio quando tentava fugir da Síria junto com a família, rumo à ilha grega de Kos.

Image title

A imagem virou símbolo da crise migratória que assola tanto países do Oriente Médio quanto da África, cujos habitantes se arriscam na travessia que tem a Europa como destino, em uma tentativa de escapar de perseguições, pobreza e, principalmente, de guerras civis em seus países de origem.

Hoje a tragédia se repetiu e uma imagem similar a de Aylan corre o mundo. Uma embarcação que tinha 120 imigrantes bateu em uma pedra, afundando minutos após deixar a vila de Behram, na Síria.

Alguns passageiros se salvaram nadando até a orla, porém 39 ficaram presos embaixo do convés, o que impossibilitou o deslocamento e fez com que se afogassem, como o garoto mostrado na imagem acima.

Mehmut Sahin, prefeito da cidade onde a tragédia ocorreu, conta que os moradores do local acordaram com os gritos dos imigrantes e que tentaram ajudar as vítimas do naufrágio. Ele teme que o múmero de vítimas fatais aumente à medida que os mergulhadores continuem as buscas.

Fonte: Com informações do R7