Patroa morre estrangulada após chamar empregada de estúpida

Vitria Depsi Wahyuno, de 19 anos, trabalhou apenas cinco dias para Sng Gek Wah

Uma empregada doméstica indonésia estrangulou a patroa de 87 anos em Cingapura que a chamava regularmente de "estúpida", informa a imprensa local.

Vitria Depsi Wahyuno, de 19 anos, trabalhou apenas cinco dias para Sng Gek Wah.

A indonésia afirmou que não conseguiu suportar o fato da patroa, que teve sete empregadas domésticas desde 2003, chamá-la de "bodoh" (estúpida em malaio), também segundo a imprensa.

A doméstica, que se declarou culpada, pode ser condenada a 20 anos de prisão.

Mais de 200 mil empregados domésticos trabalham, às vezes em condições muito difíceis, em Cingapura, terceiro país do mundo em termos de riqueza por habitante.

Fonte: G1