Empresa aérea investiga supostas fotos de sexo em voo

Várias fotos pixeladas do ato foram publicadas na mídia local

A companhia aérea Cathay Pacific está investigando uma série de fotos que parecem mostrar uma comissária de bordo fazendo sexo oral em um piloto, durante um voo, em uma aeronave da empresa de Hong Kong.

Várias fotos pixeladas do ato foram publicadas na mídia local e em fóruns de internet. As imagens mostram uma mulher, com roupa vermelha, parecida com o uniforme da Cathay Pacfic, fazendo sexo oral com um homem que, segundo fontes, é um piloto da empresa.

"Estamos conduzindo uma investigação completa sobre o assunto e há alguns indícios de que a mulher mostrada nas fotos pode ser um integrante da nossa tripulação de cabine", disse uma porta-voz da Cathay Airways.

"Nossas investigações continuam e não temos nada mais a acrescentar neste momento", disse ela, sem se pronunciar sobre a identidade do homem, cuja roupa não se parece com um uniforme de piloto da companhia aérea.

"Não há nenhuma evidência que comprove que o ato ocorreu durante um voo e não há razões para acreditar que qualquer violação de segurança tenha ocorrido", disse a porta-voz.

No entanto, segundo o jornal "South China Morning Post", uma fonte da companhia aérea afimou que "uma das fotos parece ter sido tirada de dentro de uma cabine de avião. Mas, não há como dizer conclusivamente se a foto foi tirada enquanto a aeronave estava no chão ou no ar."

As polêmicas fotos vazaram em fóruns de pilotos chineses na internet.

De acordo com o site chinês "Apple Daily", o piloto, que é estrangeiro, afirmou que as fotos foram roubadas de seu computador pessoal. O homem, no entanto, não confirmou em quais circunstâncias elas foram tiradas.

A Cathay Pacific tem 13 mil funcionários em todo o mundo, de acordo com seu site.

Fonte: UOL