Empresa EBay pede desculpas por e-commerce de itens do Holocausto

O site eBay pediu desculpas neste domingo depois que o jornal britânico “Mail on Sunday” denunciou a venda de itens do Holocausto, incluindo roupas

Segundo o diário, outros produtos listados incluíam sapatos e malas que teriam pertencido a vítimas de campos de concentração, além de fitas com o desenho da Estrela de Davi que eram usadas para identificar os judeus e o suposto uniforme de um padeiro polonês que morreu em Auschwitz.

O eBay informou a retirada de 30 itens do portal e anunciou uma doação de 25 mil libras (R$ 90 mil) a instituições de caridade.

?Nós não permitimos anúncios deste natureza. Temos milhares de funcionários trabalhando no policiamento do nosso site, e utilizamos o que há de mais recente em tecnologia para detectar itens que não deveriam estar à venda?, disse em nota.

Fonte: O Globo