Enfermeira de 50 anos admite ter feito sexo com deficiente mental

Ela ainda não conhece a sua pena.

Uma enfermeira em seus 50 anos admitiu ter tido uma relação sexual com um paciente com deficiência mental de 16 anos de idade em uma unidade de saúde.



Jeanette MacLeod teve um caso ilícito com o adolescente na unidade de NHS em West Midlands, em Londres, onde ela tinha trabalhado por cinco anos.

Casada, MacLeodde confessou o envolvimento em "atividade sexual com uma pessoa com transtorno mental por um profissional da saúde".

Ela ainda não conhece a sua pena.

Fonte: Daily Mail