Equipe da TV Globo tem passaportes apreendidos durante cobertura na Indonésia

Equipe da TV Globo tem passaportes apreendidos durante cobertura na Indonésia

A equipe da TV Globo que foi à Indonésia para cobrir a execução do brasileiro Marco Archer Moreira teve os passaportes apreendidos no sábado por autoridades do país em Cilacap, a 400 km da capital Jacarta, de acordo com informações do jornal O Globo.

O correspondente Márcio Gomes e o cinegrafista da emissora foram detidos no porto de Cilacap, por onde se chega à Ilha de Nusakambangan - onde seis condenados, entre eles o brasileiro, foram mortos por um pelotão de fuzilamento ontem. Marco Archer foi condenado à morte, em 2004, por tráfico de drogas. Ex-instrutor de voo livre, ele foi preso em 2003, ao tentar entrar na Indonésia carregando 13,4 kg de cocaínas em tubos de uma asa-delta.

Segundo o secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, Sérgio Danese, os diplomatas brasileiros no país vão verificar de que forma é possível resolver a situação dos jornalistas da TV Globo. De acordo com informações preliminares, eles foram levados de volta ao hotel em que estavam hospedados e tiveram os passaportes apreendidos, porque o visto deles seria de turista.

Os diplomatas devem tomar as devidas providências em relação à situação dos jornalistas somente após a conclusão da liberação do corpo de Marco Archer.

Siga o meionorte.com nas redes sociais

 

Fonte: Terra