Português esquarteja mulher e esconde restos em malas

O casal compartilhava o local com outros moradores de rua.

Um homem de nacionalidade portuguesa foi preso pela polícia espanhola após confessar ter esquartejado a mulher e colocado seus restos em duas malas. O detido, que tem 53 anos e é morador de rua, confessou o crime à polícia de La Coruña, no noroeste do país, mas o crime ocorreu na cidade de Bembibre, na vizinha província de Leão, no útimo sábado.

Após a confissão, soldados da Guarda Civil encontraram duas malas que continham o corpo esquartejado da vítima em uma casa abandonada nos arredores do povoado. O casal compartilhava o local com outros moradores de rua.

A mulher, de 42 anos e nacionalidade espanhola, tinha três filhos, que estão sob tutela do governo regional de Castela e Leão. Eles foram amparados por outras famílias, segundo fontes oficiais.

A vítima, que não havia apresentado nenhuma denúncia por violência doméstica, conheceu o homem em Cáritas de Bembibre (Leão), onde ele pedia alimentos, e o acolheu, segundo o prefeito da cidade, José Manuel Otero. "Um gesto bastante habitual nesta mulher que costumava acolher todas as pessoas que passavam por Bembibre e que não têm lar", acrescentou o prefeito.

Fonte: Terra