Espanha: vereadora é assassinada com três tiros por mulher, em León

Isabel Carrasco, presidente do PP em León e vereadora na cidade, foi atacada por uma mulher que atirou três vezes nela

Uma vereadora do Partido Popular (PP, de situação) morreu nesta segunda-feira após ser baleada perto de casa, em León, na Espanha, informaram à Agência Efe fontes da polícia local.

Isabel Carrasco, presidente do PP em León e vereadora na cidade, foi atacada por uma mulher que atirou três vezes nela, relataram várias testemunhas à polícia.

Uma mulher foi detida pouco depois do ataque, que aconteceu em uma ponte sobre o rio Bernesga, em uma região entre a sede local do PP e a casa da vítima.

Fontes do Ministério do Interior consideram a hipótese de que a causa do crime tenha sido vingança pessoal.

Nascida em 1955, Isabel também era presidente do conselho da cidade, órgão que na Espanha colabora na gestão dos municípios de uma província.

A política era muito conhecida na região de Castilla y León, já que havia feito parte do governo local como secretária municipal de Economia.

Após saber do fato, o PP manifestou seu pesar pelo assassinato de Isabel Carrasco e anunciou a suspensão de todos os atos de campanha para as eleições europeias de 25 de maio previstos para esta segunda-feira, assim como o principal partido da oposição, o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), fez.

Um desses atos era a intervenção do presidente do governo, Mariano Rajoy, em um comício de campanha durante a tarde de hoje em Valladolid, cidade que faz limite com León.


Espanha: vereadora é assassinada a tiros em León

Fonte: Terra