Espanhola cria um perfil falso para se vingar de ex e é presa

Ela usou a rede social para mandar mensagens com ameaças a si mesma.

Uma mulher foi presa nesta semana na cidade de Ayamonte, sul da Espanha, por criar um perfil falso na rede social Twitter, com a intenção de se vingar do ex-namorado. A acusada, identificada pela polícia pelas iniciais A.R.C.P., usou a rede social para mandar mensagens com ameaças a si mesma. No remetente, no entanto, aparecia o perfil falso do ex-namorado, criado por ela.

Com os tuítes como prova, A.R.C.P. foi à delegacia e prestou queixa contra o homem cujas iniciais são G.X.L.R.. O ex-namorado foi enquadrado pela polícia como sendo perigoso, agressivo e suspeito de maus-tratos. Após a denúncia, o ex-namorado foi preso e passou 12 dias na cadeia, no Centro Penitenciário de Huelva.

O Serviço de Proteção à Mulher Maltratada (um órgão da polícia espanhola) chegou a protocolar um pedido à Justiça, para acompanhamento da suposta vítima. No documento, as autoridades pediam que o ex-namorado fosse proibido de se aproximar de A.R.C.P. a uma distância menor que 500 metros.

Reviravolta

As investigações, no entanto, deram uma reviravolta no caso. Segundo a Guarda Civil da província de Huelva, o rastreamento das mensagens permitiu descobrir que toda a informação postada era recebida e enviada do mesmo lugar. O sistema de rastreamento policial detectou que desde a criação do perfil até a última mensagem mandada no início de julho, tudo tinha origem no mesmo endereço eletrônico (IP- Internet Protocol). Os tuítes saíram e chegaram do mesmo computador, praticamente na mesma hora.

A.R.C.P. foi presa nesta terça-feira, acusada de delitos contra a Administração Judicial, por falso testemunho com ameaças graves em relação à sua integridade física e moral, falsidade ideológica e intenção de incriminar o ex-namorado, que não tem antecedentes penais. Se for condenada, ela pode pegar de oito meses a dois anos de cadeia.

Fonte: Terra