Especial da TV americana trata do caso do menino Sean Goldman

Especial da TV americana trata do caso do menino Sean Goldman

O pai afirma ter uma boa relação com o filho, mas diz também que o menino continua um pouco distante

O menino Sean Goldman aparentava alegria nas cenas exibidas nesta sexta-feira (8) à noite em um programa especial da rede de TV americana NBC sobre o seu retorno aos Estados Unidos.

David Goldman, pai do menino, diz que a relação entre os dois é boa, apesar de Sean permanecer um pouco distante.

Nesta semana, pela primeira vez, em imagens captadas pelo canal de TV, o menino chama o americano de "papai".

No programa, que apresentou duras críticas à família materna, ao padrasto João Paulo Lins e Silva e ao advogado deles, Sérgio Tostes - todos descritos como sequestradores - também foram mostradas gravações da mãe, Bruna Bianchi, ameaçando o marido e, em outros momentos, dizendo claramente que David era um bom pai, negando as versões de que ele a tratava mal.

Em gravações telefônicas reproduzidas no programa, a mãe diz, irritada que não quer mais morar no Estado americano de Nova Jersey. Ao explicar sua partida, ela diz que sabia que não iria receber o divórcio do pai.

Cenas inéditas de Goldman brincando com Sean em visita ao Brasil em 2008 foram ao ar.

Nelas, os dois brincam alegremente e praticamente ignoravam a presença de uma psicóloga - condição imposta pela família materna na época - e de oficiais da embaixada americana.

A NBC, que vem sendo criticada por sua ética de pagar ao pai para ter direitos exclusivos no caso, acompanhou o retorno de Sean para sua antiga casa, de onde foi levado pela mãe em 2004.

Sean entra na casa correndo, abrindo os presentes e pergunta por seu quarto de brinquedos. O menino corre para o corrimão da escada e lembra algumas passagens de sua infância.

O pai abre uma champanhe sem álcool para celebrar.

Fonte: R7, www.r7.com