Estudante de medicina morre após tomar remédio comprado na internet

Depois de vencer bulimia, estudante de medicina morre ao consumir remédio comprado pela internet

Após três anos de tratamento para curar a bulimia, a estudante de medicina Sarah Houston, de 23 anos, da Inglaterra, morreu ao ingerir um remédio de emagrecimento comprado pela internet. As informações são do site Daily Mail dessa segunda-feira (22).

Sarah foi encontrada morta por um colega de quarto, após se recusar a receber ajuda médica. Um dia antes, a garota teve dificuldades para respirar, os olhos ficaram amarelados e, para amenizar o mal estar, tomou dois banhos gelados.

Os exames detectaram que a estudante havia consumido 38 cápsulas do medicamento DNP (dinitrofenol). De acordo com o inquérito policial, as substâncias do medicamento para emagrecer contribuíram para a sua morte, já que seu metabolismo sofreu fortes alterações.

Segundo o toxicologista Matthew Wade, a substância pode afetar o organismo de várias formas.

? Houve muitas mortes causadas pela DNP e nós sabemos que qualquer dose pode ser fatal. Por ser uma substância venenosa, ela não é destinada ao consumo humano.

Seus efeitos colaterais vão desde o superaquecimento do corpo até o aumento da frequência cardíaca.

Investigações

A polícia acredita que as cápsulas foram importadas da Espanha. Para a detetive Kate Lonsdale foi um grande erro o site não avisar que o medicamento não era para o uso de pessoas.

? Será difícil controlar a venda, já que a DNP é usada como um pesticida eficaz. A melhor forma de evitar o consumo é educar as pessoas sobre medicamentos para emagrecer.

Fonte: r7