Estudantes de design gráfico engolem filme em cápsulas e mostram resultado da "arte estomacal"

Estudantes de design gráfico engolem filme em cápsulas e mostram resultado da "arte estomacal"

Britânicos Joshua Lake e Luke Evans engoliram filme em cápsulas

Dois estudantes britânicos de design gráfico colocaram em prática um projeto fotográfico bastante inusitado. Luke Evans e Joshua Lake, da Universidade de Kingston, tinham curiosidade em engolir filme fotográfico e registrar os efeitos químicos causados pelo sistema digestório na película.

A empreitada, que envolve riscos à saúde e não é recomendada, resultou nas imagens do ensaio "Inside out" ("De dentro pra fora"). Ele mostra em vistas microscópicas a superfície dos filmes 35 milímetros modificada pelos sucos gástricos após a "viagem" por dentro dos corpos da dupla.

"Queríamos trazer algo de dentro para fora. Optamos por usar nossos corpos para modificar materiais. (...) À medida que o projeto foi se desenvolvendo, decidimos usar um material que é sinônimo do registro de imagens. Foi um processo bastante lógico", conta Joshua em entrevista.

Ele explica que os dois engoliram frames individuais de filme enrolados em cápsulas especiais feitas por eles mesmos. As cápsulas tinham buracos que permitiram a ação dos fluidos, ácidos e enzimas sobre as películas, sem as expor diretamente às paredes do estômago ou dos intestinos.

Depois de recolhidos entre as fezes dos estudantes, os filmes foram escaneados com um microscópio. As imagens em preto e branco mostram detalhes das alterações causadas pelos sistemas digestórios de Joshua e Luke.


Estudantes engolem filme em cápsulas e mostram resultado da

Estudantes engolem filme em cápsulas e mostram resultado da

Estudantes engolem filme em cápsulas e mostram resultado da

Estudantes engolem filme em cápsulas e mostram resultado da

Fonte: G1