EUA: Atirador tem acesso em audiência para avaliar sanidade

EUA: Atirador tem acesso em audiência para avaliar sanidade

Jared Lee Loughner pode ser julgado por tiroteio que matou 6 e feriu 13

Jared Lee Loughner, acusado do tiroteio que feriu a congressista democrata norte-americana Gabrielle Giffords em janeiro no Arizona, teve de ser retirado do tribunal durante uma audiência porque teve um acesso, segundo fontes judiciais.

O juiz distrital Larry Burns mandou tirar Loughner da sala depois que, durante a audiência, ele abaixou a cabeça quase até a mesa em frente e começou a resmungar, alto, palavras incompreensíveis.

O ataque ocorreu durante a audiência em que o juiz deveria determinar se Loughner, de 22 anos, era mentalmente apto a enfrentar julgamento.

Burns disse que ele permitiria a volta do acusado se ele "se compusesse".

O ataque, ocorrido durante um encontro da deputada com eleitores na cidade de Tucson, deixou 6 mortos e 13 feridos. Loughner declarou-se inocente.

Fonte: G1