Ex-apresentador da BBC abusou de 63 pacientes em hospital

O relatório, um dos tantos que fala sobre os abusos de Savile, se refere ao hospital Stoke Mandeville


O ex-apresentador da BBC, Jimmy Saville, que foi ídolo de muitos britânicos durante décadas, abusou de até 63 pessoas em um hospital da Inglaterra, mas nem sequer uma queixa formal de suas vítimas foi feita à polícia nas ocasião.

Um relatório independente divulgado nesta quinta-feira (26), que foi produzido após as denúncias de abusos cometidos pelo famoso apresentador nos anos 70, mostra que a reputação de Savile era um "segredo".

Saville, morto em 2011 e que segundo a polícia foi um "depravado sexual" que abusou de mais de 200 crianças e adultos, era ídolo televisivo entre as décadas pasadas de 70 e 90 e era muito querido pelo público, pois realizava trabalhos beneficentes para distintas instituições.

O relatório, um dos tantos que fala sobre os abusos de Savile, se refere ao hospital Stoke Mandeville, do condado de Buckinghamshire, ao norte da capital britânica.
 

 

 

Fonte: R7