Ex-chefe de Israel é condenado a sete anos de prisão por estupro

O ex-presidente, de 65 anos, foi condenado em primeira instância.

A Suprema Corte de Israel confirmou nesta quinta-feira (10) a condenação do ex-presidente de Israel Moshe Katzav a sete anos de prisão por estupro e assédio sexual.

"Katzav aproveitou o cargo para cometer os crimes, e a sentença pronunciada contra ele está justificada", destaca a decisão da corte.

O ex-presidente, de 65 anos, foi condenado em primeira instância a sete anos de prisão e dois anos de prisão com sursis (suspensão condicional da pena) por violentar e assediar duas subordinadas quando era ministro do Turismo nos anos 1990.


Ex-chefe de Israel é condenado a sete anos de prisão por estupro

Fonte: G1