Ex-jogador georgiano do Milan concorre ao Parlamento do país

Ele concorrerá ao Parlamento do país em uma coalizão liderada por um bilionário.


Ex-jogador do Milan concorre ao Parlamento da Geórgia

Após pendurar as chuteiras neste ano, o ex-jogador georgiano Kakha Kaladze lançou-se à vida política e iniciou uma campanha de oposição ao atual governo do país. O ex-atleta concorrerá ao Parlamento da Geórgia nas eleições de outubro pelo seu distrito eleitoral natal de Samtredia.

"Quando eu anunciei o fim da minha carreira, eu disse que a partida mais importante da minha vida começava agora", disse Kaladze em entrevista à AFP, no escritório da coalizão Sonho Georgiano, em Tbilisi.

Ele concorrerá ao Parlamento do país em uma coalizão liderada por um bilionário que tem o objetivo de derrotar o partido do presidente Mikheil Saakashvili. "(Concorrer) Foi uma decisão muito e veio após muita reflexão. Mas há muita injustiça no meu país, muitas pessoas vivem em dificuldades", disse.

A campanha eleitoral da Geórgia vive momentos de tensão após o bilionário Bidzina Ivanishvili, que lidera a coalizão pela qual Kaladze concorrerá, recebeu uma multa de milhões de dólares após ser acusado de tentar comprar "a vitória nas urnas". "Tudo isso é resultado do medo das autoridades", diz Kaladze, que acrescente que a situação é "ilegal e injusta".

Ivanishvili foi acusado pelo presidente da Geórgia de ser financiado pela Rússia e que seu partido era formado por "pessoas de Putin", em referência ao presidente russo, Vladimir Putin. O próprio Kaladze foi acusado recentemente de ter ligações com a Máfia, o que nega.

Kaladze afirma que seu país deve voltar a negociar com a Rússia, que desde a guerra entre os dois países em 2008 ocupa militarmente duas províncias georgianas de maioria russa. "Será muito importante para nós iniciar o diálogo com os russos, restaurar as relações diplomáticas e iniciar as negociações para que os territórios atualmente ocupados pela Rússia retornem à Geórgia", disse Kaladze.

Kaladze ficou conhecido como jogador do Milan, da Itália, clube no qual se sagrou campeão europeu de clubes. Ela se aposentou neste ano como jogador do Genoa, também da Itália.

Fonte: Terra